Cálculo do lucro

O lucro é uma das metas mais importantes de um negócio. Calcular o lucro permite não só avaliar o nível de sucesso alcançado, mas também determinar como a empresa fatura e como o dinheiro é gasto.

Para determinar o lucro, subtraia o total dos gastos do total das receitas. Para identificar quais são as receitas e as despesas, comece por escolher o período de tempo que deseja analisar. Em geral, as empresas analisam um período de doze meses, como por exemplo: o período de 1 de janeiro a 31 de dezembro, ou de 1 de julho a 30 de junho.

A seleção depende do seguinte:

  • a natureza da sua empresa;
  • as suas preferências pessoais;
  • possíveis considerações tributárias.

É muito importante manter um registro exato, atualizado e de uso fácil, a fim de obter um cálculo preciso dos lucros.

Cálculo do total das receitas

Para determinar o total das receitas durante o período analisado, considere os pontos seguintes:

  • Qual é o montante da receita bruta procedente dos produtos ou serviços vendidos? (vendas brutas)
  • Qual é o montante dos produtos devolvidos pelos clientes ou dos créditos atribuídos a tais clientes?
  • Qual é o montante dos descontos concedidos aos clientes e empregados? (descontos)
  • Qual é o montante das vendas líquidas procedentes dos produtos ou serviços? (as vendas líquidas são as vendas brutas menos as devoluções, os produtos defeituosos e os descontos)
  • Qual é o montante da receita procedente de outras fontes, tais como os juros dos depósitos bancários, os dividendos procedentes de títulos ou de aluguéis de propriedades a outras pessoas? (lucro não operacional)
  • Qual é o montante das receitas totais? (as receitas totais são as vendas líquidas mais o lucro não operacional)

Cálculo do total de gastos

Os gastos correspondem ao custo dos produtos vendidos e dos serviços usados durante o processo de venda dos produtos ou serviços. Alguns gastos correntes das empresas são:

  • custo dos produtos vendidos (o custo dos produtos vendidos corresponde à soma do inventário inicial e das compras, menos o valor do inventário final);
  • remunerações e salários (inclua seu próprio salário com o valor real que teria de pagar a terceiros para desempenharem o seu trabalho);
  • aluguéis;
  • utilidades públicas (eletricidade, gás, telefone, água, etc.);
  • custos resultantes da presença na Web (lojas online, alojamento de websites, registro do nome de domínio);
  • gastos de entrega;
  • seguros;
  • gastos promocionais e de publicidade;
  • manutenção;
  • depreciação (uma redução do valor do ativo e atribuição do custo do ativo ao seu período de uso);
  • impostos e licenças;
  • despesas de juros referentes a empréstimos;
  • dívidas incobráveis (dívidas consideradas definitivamente perdidas); e
  • assistência profissional (auxiliares de contabilidade, advogado, especialista em tecnologias da informação, etc.).

Compreender os seus gastos é o primeiro passo para poder controlá-los e para aumentar os lucros. Depois de ter calculado o montante total dos gastos, subtraia essa importância do montante total das receitas. A diferença obtida corresponde ao lucro da sua empresa durante o período analisado.

Para mais informações sobre o cálculo do lucro e outros temas comerciais, comunique hoje mesmo com Canada Business Ontario / Entreprises Canada Ontario. O atendimento telefônico está disponível nos idiomas inglês ou francês.